Cresce luxo na Internet

Matéria do Correio Braziliense, por Gustavo Braga: Empresas de alto luxo se rendem à internet: vendas sobem 20%, destaca o crescimento do mercado de luxo na Internet. No mundo inteiro o faturamento nas lojas físicas caíram 8%, enquanto em sites cresceu 20%.

Destaque para as marcas Louis Vuitton, que iniciou vendas pela Internet em 2010 a clientes dos Estados Unidos e Ásia, e Fabergé, que investiu pesado no relacionamento eletrônico.

Essas marcas não têm como fugir: 100% do público delas tem acesso à internet. As vendas para o segmento têm tudo para crescer em um ritmo expressivo.

Eduardo Marques, da dBrain Inteligência de Negócio